CURSO INTERMISSIVO

            Em intermissiologia, o curso intermissivo é o conjunto de disciplinas e experiências teáticas administradas à consciex, depois de determinado nível evolutivo, no período da intermissão consciencial, dentro do seu ciclo de existências pessoais, objetivando o completismo consciencial da sua proéxis, na próxima vida intrafísica.

            Pela extrafisicologia, há cursos intermissivos de níveis diversos, acessíveis a todas as consciexes motivadas.

            Pela evoluciologia, o curso intermissivo objetiva dinamizar a evolução consciencial pessoal e grupal.

            Pela intrafisicologia, o curso intermissivo tem como escopo o desfrute produtivo da existência humana dentro da evolução.

            Na proexologia, o curso intermissivo catalisa a execução das tarefas evolutivas pessoais, auto-revezamentos e proéxis.

            Pela conscienciometria, o curso intermissivo estabelece o planejamento técnico com o evoluciólogo, de nova vida na Terra.

            Pela projeciologia, os projetores conscientes visitantes mencionam a existência de várias realidades extrafísicas: estabelecimentos de ensino paramateriais em comunidades extrafísicas; corpos discentes de consciexes estudantes residentes; consciexes prestes a iniciar a ressoma personificando existências simuladas ao modo de ensaios teatrais; obras transcendentes de morfopensenes ou pensenes consistentes de co-criadores mentais evoluídos; instalações de duplicatas ou maquetes vivas de variados ambientes humanos.

            Pela ressomática, a consciex candidata à ressoma, admitida nos cursos intermissivos avançados de paraensino especializado, apresenta 4 características de competência ou pré-requisitos: alcançou a para-adultidade intermissiva; passou pelo choque consciencial da segunda dessoma; não experimenta vida humana trancada, sem projeções conscientes; não vive mais vida humana crítica, sujeita às transmigrações interplanetárias, extrafísicas, para menor.

            Pela experimentologia, a realidade dos cursos intermissivos vem ampliar a filosofia educacional, lançando desafios às teorias contemporâneas de ensino, explicando uma série de fatos que envolvem superdotados, precocidades, pessoas parapsíquicas, gênios, alunos e professores em todas as linhas do conhecimento humano.